Tue Jun 12 12:09:00 CDT 2018
Pesquisa mapeia o impacto das fake news na gestão comunicacional
Investigação realizada pelo Latin American Communication Monitor (LCM) coletará dados entre profissionais de comunicação até o final de junho

 

A pesquisa do Latin American Communication Monitor sobre o impacto das Fake News na comunicação organizacional será realizada até o final do mês de junho, coletando dados de jornalistas, publicitários e relações públicas que trabalham com comunicação estratégica em diferentes organizações (empresas privadas, organizações governamentais, ONGS, agências...) espalhadas pelo mundo.

 

Os participantes poderão compartilhar suas experiências e apoiar seu país para garantir que ele seja representado em comparações mundiais. Todos os participantes receberão um resumo em vídeo dos resultados e participarão do sorteio para uma inscrição na II Cúpula Ibero-Americana de Comunicação, a ser realizada em Madri em 2019 http://www.cibecom.lat.

 

Além das fake News, a pesquisa também busca identificar as características de departamentos excelentes de comunicação e explora as semelhanças e diferenças existentes na América Latina. Os resultados serão relevantes para todo o setor, uma vez que oferecerão comparações por país e entre diferentes tipos de organizações (empresas, organizações governamentais, organizações sem fins lucrativos, agências, etc.).

 

Pela primeira vez, os dados coletados na Europa, América Latina e Ásia-Pacífico também serão completados com dados da América do Norte (Estados Unidos e Canadá). Com mais de 80 países e 50.000 participantes até o momento, a série Global Communication Monitor é o único estudo global sobre comunicação estratégica que é totalmente confiável em termos de transparência científica.

 

O Latin American Communication Monitor (LCM) é organizado pela European Public Relations Education and Research Association (EUPRERA), tendo a Fundacom como parceiro estratégico. O estudo é dirigido pelos pesquisadores Ángeles Moreno, da Universidade Rey Juan Carlos (Espanha) e Juan Carlos Molleda, da Universidade de Oregon (EUA), com a gerência executiva de Alejandro Álvarez Nobell, da Universidade Nacional de Córdoba (Argentina). É realizado com a participação de vinte universidades da América Latina, Estados Unidos e Espanha. No Brasil, a Universidade Luterana do Brasil é a responsável por conduzir o estudo, em parceria com as associações nacionais da área da comunicação.O questionário estará disponível até o dia 30 de junho através do link http://latincommunicationmonitor.com. Participe!

 

EUPRERA
A European Public Relations Education and Research Association (EUPRERA) é uma organização autônoma com cerca de 500 membros de 40 países interessados no desenvolvimento de pesquisas e conhecimento científico em comunicação estratégica. Vários projetos de pesquisa e educação transnacional e comparativa são realizados através das universidades afiliadas. A fim de divulgar novas metodologias e resultados de pesquisa, a EUPRERA organiza, a cada outono, um congresso anual em colaboração com uma universidade selecionada na Europa. www.euprera.org

 

 

FUNDACOM
A Fundacom é uma organização sem fins lucrativos formada pelas doze principais associações de comunicadores da Ibero-América, representando mais de 8.000 diretores e profissionais de comunicação. Seu objetivo é promover o trabalho desses profissionais como executivos-chave na gestão de negócios do século 21 nos países de língua espanhola e portuguesa.
www.fundacom.lat
 


Rua Jesuíno Arruda, 769 - 4º andar - Itaim Bibi - São Paulo/SP - CEP: 04532-082 - Telefone/Fax: (11) 3079-6839 / E-mail: contato@abracom.org.br